Sons de Sonetos

Sétimas da Desilução

em 28 setembro, 2007

(Paola – Antonio Sgarbossa)

SÉTIMAS DA DESILUSÃO
(Paulo)
.
Magoaste o meu coração,
pois teu desprezo e frieza,
com inclemente certeza,
tirou, de armar-te, a ilusão.

Saberes deténs do amor!
Mas qual criança inocente,
corri ao teu seio ausente,
e não me deste calor.

Mostrou-me a vida a verdade,
de uma triste realidade,
que conhece quem sentiu:

a dor de ser rejeitado,
por aquele ser amado,
que da sua vida partiu.
.
.
.

Anúncios

3 respostas para “Sétimas da Desilução

  1. Que belo Soneto André.Maravilhosa escolha mas senti falta do nome completo do autor.É só assim que ele assina? Bem, é uma linda postagem querido.Parabéns! Beijusssssssss

  2. Mila disse:

    É… o amor é sempre amor….Lindo!!!Beijos Mila

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: