Sons de Sonetos

Soneto à Insustentabilidade

em 22 maio, 2008
(Foto: André L. Soares)

.
.
.
SONETO À INSUSTENTABILIDADE
(André L. Soares)
.
Fadada ao fogo e à fuligem, a flora,
pela mão do homem (essa besta-fera),
também padece, tal a fauna inteira,…
…e o que será feito de nós, agora?
.
Secos os rios, em toda Terra afora,
como viver por outras tantas eras?…
Se restarão apenas lembrança e poeira
nos olhos turvos de quem já nem chora.
.
Quando a floresta for só mera história
e a natureza rebelar-se em fúria,…
ar e água limpos serão vãs quimeras;
.
puro veneno habitará as artérias,
sem ter milagre que resulte em cura
à esfera inerte, estéril,… sem aurora.
.
.
.

Anúncios

3 respostas para “Soneto à Insustentabilidade

  1. Eloah Borda disse:

    Olá André, seguido ando por aqui, mas não deixo comentário por causa da minha senha(risos)- é tão complicada (por segurança), que não consigo decorá-la, tenho que buscar onde a escrevi para postá-la…Teu blog está lindo, tem ótimos textos. Eu coloquei o link nos favoritos do meu blog – http://eloahborda.blogspot.com/ – quando tiveres tempo, dá uma passadinha por lá. Grande abraço.

  2. Eloah Borda disse:

    Obrigada meu amigo. Sobre os registros, eu nem sei como fazer isso! Ainda sou meio “analfablog”…(risos). Um grande abraço para ti e para a Rita.Beijos.

  3. Anderson disse:

    Parceiro peço por gentiliza para arrumar meu link/banner pois o clico e puff agora mudou para http://www.clicoepuff.com.br Obrigado!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: