Sons de Sonetos

Trabalha à Dor

em 1 maio, 2009
(Foto: André L. Soares)

.
.
.
TRABALHA À DOR
(André L. Soares)
.
Muita coragem tem toda essa gente
que marcha firme, dia-a-dia pro trabalho;
é nosso orgulho: classe de operários,
pelas cidades, pelos campos,… sempre!
.
Há que ter força pra seguir em frente
sob a pressão infinita dos horários;
comendo a seco o pão dos proletários,
nessa marmita com batatas-quentes.
.
E se o Gigante é injusto com seus filhos
(matando à míngua o povo que batalha),…
em prol de quem explora o santo suor,
.
não tardará a justiça do oprimido,
a nos livrar, por fim, desses canalhas;…
…e quem trabalha vai ter mais valor!
.
.
.
.
.
Dedicado a todos os trabalhadores do Brasil e, em especial, a Augusto Boal e a Paulo Freire, operários da Arte e da Educação que, respectivamente, colocaram seu teatro e sua pedagogia a serviço da conscientização das massas, buscando sua libertação. Panfletário? Sim. Porque, infelizmente, ainda é preciso.

.

Leia também:
Gritos Verticais /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

Anúncios

24 respostas para “Trabalha à Dor

  1. ICPNI disse:

    Amado André, belo poema e uma significativa homenagem ao povo trabalhador brasileiro.Deus te abençoe

  2. Rita disse:

    Querido, André! Seu soneto é maravilhoso e a postagem como sempre de primor que nos encanta.Eu também creio na justiça dos oprimidos!Ainda não perdi a esperança de que todos possam ter uma vida digna e que sejam respeitados como merecem. Querido Poeta, meus parabéns pela linda foto também! É pura arte e, de uma delicadeza emocionante.Poeta,…sua postagem no todo é uma belíssima homenagem! BeijussssssssssssssssBeijusssssssssssssss

  3. Antonio Regly disse:

    André,Agradeço, em primeiro lugar, os seus votos pela minha recuperação.Em segundo lugar, não poderia deixar passar em branco este post e expressar, mais uma vez, minha alegria ante a sua sensibilidade.Hoje estou aposentado por força das circunstâncias. Teria que trabalhar até os 60, portanto, mais 10 anos, mas não deu. Quando encarava o trem, muitas vezes ficava olhando para o rosto de homens e mulheres, exprimindo a dor profunda do seu sofrer. Indo ou voltando do trabalho, as expressões eram as mesmas, pois a dor era (e é) constante.Deus, em sua poderosa palavra, expressa seu juízo contra aqueles que exploram, oprimem e sonegam o que é justo ao trabalhador: “Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos e que por vós foi retido com fraude está clamando; e os clamores dos ceifeiros penetraram até aos ouvidos do Senhor dos Exércitos. Tendes vivido regaladamente sobre a terra; tendes vivido nos prazeres; tendes engordado o vosso coração, em dia de matança; tendes condenado e matado o justo, sem que ele vos faça resistência” (Tiago5:4-6). Não ficarão impunes os que assim procedem.Maravilhado com o seu soneto.Abraço carinhoso do amigo,Regly

  4. Max Costa disse:

    Salve, Confrade!O seu soneto pode ser considerado, – pelo menos para mim – a síntese de Che Guevara: O coração há que ficar endurecido pela crueza da luta necessária(grifo meu) porém, jamais perder a ternura!um abraço.Deste Confrade: Max Costa

  5. m.heichard disse:

    Em poucas linhas , grande significado. Sempre nos agraciando com esta sua arte da escrita. Parabéns.Abraçosmiguel heichard http://www.m-heichard.blogspot.com

  6. Mirse disse:

    Lindo poema, André!Homenagem justa ao trabalhador e aos homenageados!Parabéns!AbraçosMirse

  7. Muito bonito o seu blogue e esta mensagem.Beijinho e bom fim de semana

  8. Passei para dar uma olhada e lhe desejar um bleo domingo.Abração

  9. Personal life disse:

    Ganhou 1 selinho^^novo!Bjos!!!!!passa lá?

  10. Luísa N. disse:

    Por acaso cheguei até aqui, André; gostei do que vi e li… Um abraço, Luísa

  11. Legal o poema …Um bom “tributo” …abraço

  12. Linda homenagem. Aqueles que batalham duramente pela vida merecem ser sempre homenageados.

  13. Um prazer descobrir gente fina, elegante e sincera. Parabéns pelo espaço. Saiba que o Gigante ainda cairá por terra.Tudo de bom!

  14. Parabéns! A Justiça ainda vai prevalecer e o Gigante julgará muitos.Tudo de bom!

  15. Mari Amorim disse:

    Segue um trecho da petição:“Um projeto de Lei do Senado brasileiro quer bloquear as práticas criativas e atacar a Internet, enrijecendo todas as convenções do direito autoral. O Substitutivo do Senador Eduardo Azeredo quer bloquear o uso de redes P2P, quer liquidar com o avanço das redes de conexão abertas (Wi-Fi) e quer exigir que todos os provedores de acesso à Internet se tornem delatores de seus usuários, colocando cada um como provável criminoso. É o reino da suspeita, do medo e da quebra da neutralidade da rede. Caso o projeto Substitutivo do Senador Azeredo seja aprovado, milhares de internautas serão transformados, de um dia para outro, em criminosos. Dezenas de atividades criativas serão consideradas criminosas pelo artigo 285-B do projeto em questão. Esse projeto é uma séria ameaça à diversidade da rede, às possibilidades recombinantes, além de instaurar o medo e a vigilância.”Isso é sério,abracei esta causa,abrace tb…seu comentário é importante sua assinatura tambémboas energias,

  16. eriolmala disse:

    Simples e deu conta do recado… Vamos em frente, pois o país precisa de trabalhadores como nós.http://eriolmala.blog.uol.com.br/

  17. Simone Anjos disse:

    Que lindo poema André. É uma justa homenagem a todos os trabalhadores, honestos que constroem esse País. Estou visitando todos os seus blogs aos pouquinhos.Beijos na alma

  18. Sonia Agreste disse:

    Estava procurando um bom blog para acompanhar. Foi uma pesquisa longa e difícil, até chegar aqui.Amei seu soneto, sua capacidade com as palavras.Obrigada por não fazer vã a minha busca.

  19. Serena Flor disse:

    Boa noite meu querido,seu espaço está cada vez mais lindo sabia?Estou passando pra dizer que tem um selinho lá na minha galeria de selos que fica na lateral do Alma Poeta.Caso queira o selinho é só entrar e pegar ok?Beijos.

  20. Nade disse:

    Olá, querido!Faço-te um convite para participar de uma Blogagem Coletiva que estou elaborando sobre o Dia da Música, que é dia 21 de junho… Espero que aceite meu convite!Grande beijo e um excelente domingo pra você!

  21. .jú souza disse:

    adorei o blog.. seus poemas são lindos! parabéns! 😀

  22. Olá! Estive aqui, passeando por seus versos e gostei muito! Voltarei outras vezes com mais tempo.Abraços

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: